quarta-feira, 27 de abril de 2016

E se fosse consigo? Será que sabe mesmo o que significa?

Esta semana assisti de forma emocionada à dor que, muitas vezes vivo em consultório, quando em conjunto batalho pela alteração de hábitos alimentares... pela busca da saúde... pela conquista de uma guerra difícil de travar que se chama OBESIDADE!

No final de um dia de trabalho fico feliz por fazer a diferença na vida dos meus pacientes, pelos resultados que em conjunto conseguimos em consulta e pelas vitórias que conquistamos!

Emagrecer não é apenas uma questão de estética ou moda das dietas: é saúde!
Portugal tem números preocupantes... as estatísticas do nosso país assinalam valores críticos tanto quanto respeita a adultos como também a adolescentes e crianças.
Não basta o peso dos quilos a mais... o peso da auto-imagem... e nas dificuldades de saúde (actuais ou futuras)... muitas vezes o pior passa pela descriminação e pelo preconceito em relação ao peso da imagem!
Este foi o tema abordado pelo novo programa de informação da SIC - E se fosse consigo? apresentado por Conceição Lino.




Se não viu... veja AQUI...
Perceber a realidade alheia, respeitar as inseguranças e motivar para a mudança é muito melhor do que a crítica ou do que o simples apontar de dedo!
Quem o faz não percebe o impacto que pode ter no resto do dia e da vida desta pessoa que se esconde por trás de uma personalidade muitas vezes tida como divertida!

Ninguém é obeso simplesmente porque quer! Ninguém quer gratuitamente se sentir à margem ou descriminado pela sociedade. 
A obesidade é uma doença complexa e multifatorial, que inclui factores genéticos, ambientais, psicológicos e emocionais.

Todos os dias batalho para que estas histórias deixem de existir... batalhe também por si, pelos que lhe são próximos e pelos que não conhece... respeite! Motive à mudança! 
Quem sabe estas pessoas, motivadas, possam sentir a força de procurar ajuda!

Ser nutricionista é uma profissão que adoro, como sempre manifestei em tudo o que faço e da forma como me envolvo em consulta, com os meus pacientes e com as suas histórias. Ser nutricionista é ajudar pessoas verdadeiras e com problemas reais. Ser nutricionista é viver diariamente com o desabafo de pacientes cujo excesso de peso é por vezes tão evidente que as faz sentir excluídas de uma sociedade exigente e focada para a crítica desconstrutiva.
Sei que mudo a vida de muitos dos que me procuram... se conseguisse tentava chegar a todos!

Este post é uma forma de desabafo, mas acima de tudo, quero os parabéns ao canal SIC pela abordagem que fez de uma realidade que é desconhecida por muitos!

Lembre-se: Não descrimine: Motive!


Sem comentários:

Publicar um comentário