quarta-feira, 26 de março de 2014

Dia Mundial do Chocolate: Será um verdadeiro Vilão?

Sempre se ouviu falar sobre os malefícios do chocolate, mas será que todos os chocolates são iguais? Chocolate de leite, chocolate branco, chocolate preto, qual a percentagem de cacau mais adequada? Serão todos iguais?



Nós nutricionistas recomendamos o consumo de alimentos ricos em fitoquímicos como, por exemplo, os flavonóides, que dão cor a frutas, vegetais e flores. Os flavonóides podem ser recomendados para otimizar uma dieta saudável, pois apresentam um forte poder antioxidante.  A boa notícia é que o cacau é riquíssimo neste elemento poderoso!

Para além destas vantagens salutares os flavenóides do chocolate diminuem a oxidação do colesterol LDL (mau colesterol), assim como a tendência para a agregação plaquetária (evitando enfartes e AVC) e diminuem o risco de certos tipos de cancro. O chocolate preto, cujo principal componente é o cacau, pode ser recomendado nesse sentido, especialmente se apresentar uma percentagem superior a 70% de cacau.

A teobromina é outro fitoquímico também presente em grande quantidade nos produtos de cacau. Em cada 100gr de chocolate é possível encontrar 160mg de teobromina. Esta substância tem uma ação diurética, e atua como estimulante ligeiro do sistema nervoso central, do sistema respiratório e dos músculos cardíacos.

Além disso, o chocolate é rico em alguns minerais  (tais como manganês, potássio e magnésio) e algumas vitaminas (como as vitaminas do complexo B por exemplo).

Mesmo sabendo de todos os benefícios deste alimento, é importante salientar que todo o tipo de chocolate deve ser consumido com moderação. 

Quando se pensa em chocolate, não se pode esquecer que muitas substâncias estão presentes na sua composição, entre elas, destaco os triptofanos, a feniletilamina, a teobromina, a cafeína, os flavonóides, vitaminas e sais minerais. Mas não devemos ignorar que existe também gordura, o que não torna esta tentação tão perfeita. No seu processamento, alguns tipos de chocolate podem ter leite e gordura hidrogenada, tornando-os verdadeiros vilões para a saúde por aumentar muito seu valor calórico. O chocolate preto com mais de 70% de cacau parece ser a melhor opção.

Antes de cair em tentação, especialmente com a Páscoa que se aproxima, vale o conceito da moderação, evitando-se o consumo exagerado sem, no entanto, abrir mão deste alimento de sabor único

Sem comentários:

Enviar um comentário